Bolsa de Pós-Doutoramento (m/f) (30-03-16)


 Powered by Max Banner Ads 

MARE


Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Pós-Doutoramento para doutorado no âmbito da instituição de I&D MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (UID/MAR/04292/2013), financiada por fundos nacionais através da FCT/MEC (PIDDAC) no âmbito do programa Acordo de Parceria PT2020.

Área Científica: Dispersão de fauna invasora dulçaquícola.

Requisitos de admissão: Licenciatura e Doutoramento em Ciências do Ambiente. Experiência e curriculum forte no domínio da dispersão de fauna dulçaquícola invasora, com especial relevo para vetores de origem humana. Competência em experimentação com vista à avaliação do potencial de dispersão de fauna invasora aquática. Experiência em aplicação e análise de inquéritos a grupos alvo com intervenção direta na dispersão de fauna dulçaquícola invasora. Conhecimentos sobre a intervenção de pescadores desportivos na dispersão de fauna invasora, e experiência na recolha de dados não científicos disponíveis on-line em fóruns. Experiência no seguimento por telemetria de espécies invasoras dulçaquícolas. Conhecimentos e experiência na amostragem de macroinvertebrados dulçaquícolas invasores.

Plano de trabalhos: Recolha e análise de inquéritos/dados não científicos disponíveis on-line de pescadores desportivos/aquariofilistas, com vista a análise de comportamentos de risco para a dispersão de fauna dulçaquícola. Amostragem de anfípodes invasores em ambientes dulçaquícolas, com vista a monitorização da sua dinâmica populacional. Modelação da dispersão de crustáceos invasores entre massas de água. Modelação da adequabilidade e risco de invasão de cágados dulçaquícolas invasores, com integração de descritores humanos. Captura de peixes invasores de grandes dimensões (Silurus glanis) recorrendo a técnicas de pesca desportiva especializadas e monitorização dos seus movimentos e sua dispersão recorrendo a telemetria.

Legislação e regulamentação aplicável: A concessão da Bolsa de Investigação será realizada mediante a celebração de um contrato entre a Universidade de Évora e o bolseiro, nos termos do Regulamento de Bolsas de Investigação da Universidade de Évora (Ordem de Serviço nº1/2011), Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica (Lei nº40/2004 de 18 de agosto e Decreto-Lei nº 202/2012 de 27 de agosto) e de acordo com a legislação e Regulamento de Formação Avançada e Qualificação de Recursos Humanos da FCT.

Local de trabalho: O trabalho será desenvolvido em diversos locais, designadamente na Universidade de Évora e na sede do MARE, envolvendo também trabalho de campo nas principais bacias hidrográficas nacionais, sob a supervisão científica do Professor Doutor Pedro Manuel S. G. Anastácio.

Duração da bolsa: A bolsa terá a duração de 9 meses, com início previsto em maio de 2016, eventualmente renovável até 31 de dezembro de 2017.

Valor do subsídio de manutenção mensal: O montante da bolsa corresponde a € 1495, conforme tabela de valores das bolsas atribuídas diretamente pela FCT, I.P. no País (http://alfa.fct.mctes.pt/apoios/bolsas/valores), sendo os pagamentos efetuados mensalmente, através de cheque ou transferência bancária.

Métodos de seleção: Os métodos de seleção a utilizar serão os seguintes: avaliação curricular com a valoração de 30% e experiência anterior relevante com a valoração de 70%. Se necessário, o júri procederá à realização de uma entrevista com um máximo de 5 candidatos que o júri, após análise das primeiras componentes de avaliação, entenda possuírem o perfil mais adequado à natureza das tarefas a desempenhar.

Composição do Júri de Seleção: Presidente – Prof. Doutor Pedro Raposo de Almeida, 1º Vogal – Prof. Doutor Pedro Manuel S.G. Anastácio, 2º Vogal – Prof.ª Doutora Maria Helena S. Martins Adão, 1º Suplente – Prof. Doutor João Roma Pereira de Castro e 2º Suplente – Prof.ª Doutora Teresa Paula Gonçalves Cruz.

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Os resultados finais da avaliação serão publicitados, através de lista com a classificação/ordenação dos candidatos, afixada em local visível e público da Universidade de Évora, sendo o(a) candidato(a) aprovado(a) notificado(a) através de e-mail.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas: O concurso encontra-se aberto no período de 23 de março a 7 de abril, e os resultados da seleção serão publicados até 14 de abril.

As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos: Curriculum Vitae detalhado, cópia dos Certificados de Habilitações.

As candidaturas deverão ser remetidas por e-mail com a indicação da referência MARE-PR1/2016 para:
Prof. Doutor Pedro Raposo de Almeida
E-mail: pmra@uevora.pt
Organização: MARE
De 23.03.2016 a 07.04.2016

Produtos Sugeridos

Guia de Campo dos Anfíbios e Répteis de Portugal

Guarda-rios… o raio azul

As Libélulas de Portugal

Lontras em Portugal

[Se desejar manter-se informado sobre as oportunidades de emprego que surgem diariamente na área do Ambiente e Gestão de Recursos Naturais, siga a página "NaturJobs" que a Naturlink criou no Facebook em http://facebook.com/NaturJobs]

Website Apps